As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

G1 - http://g1.globo.com/
02/07/2018
Iphan nega que tenha aprovado empreendimento em zona de conservacao de Fernando de Noronha

Iphan nega que tenha aprovado empreendimento em zona de conservação de Fernando de Noronha
02/07/2018 10h20

Ana Clara Marinho, G1, Fernando de Noronha

Uma pousada seria construída numa área de interesse histórico

O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), negou a informação dada pelo diretor de infraestrutura da Administração de Fernando de Noronha, Daniel Bezerra, que o órgão autorizou uma obra na Vila da Quixaba, onde funcionaria uma pousada. A área é de zona de conservação e de interesse histórico.

O Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), questionou a autorização para um empreendimento no local, uma vez que o Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental proíbe construções de pousadas na zona de conservação, como é o caso da Quixaba.

"Nós recebemos um projeto de reconstrução da Vila da Quixaba. Nessa área, o Plano de Manejo restringe novas construções e hospedarias. Nós condicionamos a aprovação a análise da CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente), Administração da Ilha e o ICMBio", falou a arquiteta Gisela Montenegro, chefe do escritório técnico de Iphan em Fernando de Noronha e Parque Guararapes.

A representante do Iphan fez os esclarecimentos. "No final do ano de 2016 a Administração de Fernando de Noronha nós encaminhou a aprovação do projeto, mas a exigência de aprovação prévia do Instituto Chico Mendes não foi apresentada. Eu esclareço que não há aprovação do Iphan para um empreendimento na região da Quixaba, só deveremos aprovar construções naquela área com aprovação do ICMBio", disse Gisela Montenegro.

O Blog Viver Noronha questionou a Assessoria de Imprensa Administração da Ilha quanto a informação do Iphan há mais de uma semana, mas até o momento não recebemos resposta.

https://g1.globo.com/pe/pernambuco/blog/viver-noronha/post/2018/07/02/ip...