As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
14/05/2018
Professores recebem formacao em temas ambientais

Professores recebem formação em temas ambientais
O projeto realizado em Fernando de Noronha tem a parceria da UnB.

ICMBio
Publicado: Segunda, 14 de Maio de 2018, 17h24

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), através do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha e da Área de Proteção Ambiental de Fernando de Noronha (Rocas - São Pedro e São Paulo), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), realizaram, no período de 5 a 13 de maio de 2018, a primeira etapa do Projeto ComUNIDADE ESCOLA - ICMBio, com o Curso de Formação Continuada de Professores da Rede Pública para Ações Educativas em Unidades de Conservação da Natureza.

O Projeto foi idealizado entre gestores do ICMBio e professores da UnB, e segue a linha de experiências já realizadas pelo Instituto na formação de professores para trabalharem temas ambientais em comunidades escolares. Para Paulo Russo, coordenador-geral de Gestão Socioambiental do ICMBio, "focar o curso num debate mais profundo acerca das unidades de conservação é um esforço de mobilização para construir o entendimento dessas áreas protegidas enquanto um projeto de sociedade. "Também como parte de um todo, que é o território. Esses espaços naturais devem incorporar em sua gestão a preocupação com os laços afetivos com as comunidades locais e os meios para viabilizar a participação social em sua administração. Efetivamente, as pessoas protegem o que amam. Por isso a proposta pedagógica do curso está fundamentada nessa estratégia: é necessário reconhecer a importância das unidades e seu caráter público para interiorizar a conservação da natureza como algo vital para a qualidade de vida das comunidades", ressalta.

Para a gestora da Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer, Sheila Libania, que participou do curso, foi importante "discutir a educação ambiental de forma mais integral, percebendo que ela está ligada à discussão de valores e da ética, que fazem parte de nosso modo de viver". Já o gestor do ICMBio Noronha, Felipe Mendonça, considera que este curso "é mais um passo de uma longa parceria das Unidades de Conservação com a escolas do Arquipélago. "O que torna esta experiência especial é que, trabalhando com os professores e parceiros como foco do processo formativo, estamos ampliando a difusão de conhecimentos e encurtando a distância entre comunidade e o ICMBio", salienta.

Desde sua criação, as Unidades de Conservação de Noronha trabalham com ações nas escolas, ajudando a difundir temas relacionados ao Parque e à Área de Proteção Ambiental com os estudantes. O projeto ComUNIDADE ESCOLA- ICMBio faz parte do calendário de comemorações dos 30 anos de criação do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha e será realizado em três momentos: uma etapa presencial com função formativa, que aconteceu neste mês de maio; uma etapa de acompanhamento para a criação e execução de ações ambientais educativas propostas por grupos ou individualmente; e a etapa de difusão do conhecimento, que acontecerá em novembro de 2018, onde serão compartilhados os resultados obtidos com a comunidade local.

O projeto é realizado pelo ICMBio e Universidade de Brasília, conta ainda com o apoio do Projeto GEF Mar, Econoronha, WWF-Brasil, Projeto Golfinho Rotador e as Escolas Arquipélago e Bem-me-quer.

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/9624-professor...